Mais um mês de luta

A imagem mostra diversos homens, mulheres e crianças moçambicanas com punho em riste, no ano de 1975, nos marcos da libertação do jugo colonial

Por Gustavo Seferian

O blog parou. Mas a memória seguiu retumbando, pois a luta dos oprimidos e oprimidas nunca cessou em toda sociedade de classe, e não cessará enquanto não virarmos esse mundo em festa, trabalho e pão.
Condensamos aqui mês e meio de atraso público, expresso em ebulição permanente, de saltos e retrocessos, trunfos e derrotas, lições valorosas para hoje e sempre.

  • Em 1973, o dia 20 de junho foi marcado pelo massacre de Ezeiza. Nas imediações do aeroporto internacional de Buenos Aires, partidários peronistas de diversas nuances políticas o esperavam retornar do seu último exílio. Antes de sua chegada, peronistas de extrema direita abatem a tiros, após conflito, militantes revolucionários motoneros;
  • Em 1830, no 21 de junho, nasce, filho de mãe escravizada, Luís Gama. Rábula, artífice da libertação de escravizados e escravizadas no país, foi, sem dúvidas, uma das figuras que mais me orgulho de ter dividido os bancos da Faculdade que cursei. Nove anos depois, veio ao mundo outro herói negro, crítico da escravidão, Machado de Assis;
  • Em 1920, no 22 de junho, em Milão, uma manifestação de ferroviários acaba com forte repressão policial, resultando na morte de cinco jovens trabalhadores e muitos outros feridos;
  • Em 1936, no 23 de junho, nasce Carlos Fonseca, herói da revolução nicaraguense;
  • Em 1535, no 24 de junho, é debelado o Estado anabatista de Munster, que guardava por principal liderança Bernard Rothmann;
  • Em 1975, no 25 de junho, Moçambique consegue sua independência depois de largos anos de luta pela libertação. Como aprendi nos cantos da FRELIMO, dia de “liberdade e alegria”!;
  • Em 1968, no 26 de junho, ocorre a passeata dos 100 mil, em resposta ao assassinado do estudante Edson Luís de Lima Souto, que protestava no “Calabouço” – refeitório estudantil – contra o aumento do preço das refeições;
  • Em 1869, no 27 de junho, nasce na Lituânia Emma Goldman, revolucionária anarquista, que manteve seu vigor militante até os últimos dias da vida;
  • Em 1945, no 28 de junho, nasce na Bahia Raul Seixas, um dos nossos grandes rebeldes da cultura, que me acompanha desde a primeira infância como influência;
  • Em 1941, no 29 de junho, nasce Stokely Carmichael, revolucionário tobaguenho, primeiro ministro honorário dos Panteras Negras;
  • Em 1892, no 30 de junho, tem início a greve de Homestead, que uma semana depois teria um desfecho tenebroso, com o assassinato de diversos operários do aço por parte de agentes da Pinkerton;
  • Em 1863, no 1o de julho, comemora-se o primeiro Keri Koti, a abolição da escravatura em Suriname;
  • Em 1823, no 2 de julho, desfecha o processo insurrecional conhecido como independência da Bahia, que em verdade é nossa verdadeira independência popular, ao revés da ocorrida no ano anterior, de caráter palaciano;
  • Em 1917 – ah, que ano! -, no 3 de julho, nasceu João Saldanha, comunista, jornalista e técnico de futebol. Técnico da seleção brasileira em 1970, foi afastado de seu posto pouco antes da Copa do Mundo por conta de seus posicionamentos políticos, que sempre defendeu abertamente, nos lembrando que o futebol nunca foi apenas um jogo;
  • Em 1899, no 4 de julho, nascia Benjamin Péret, poeta surrealista e militante trotstkista, que grande parte teve no pensar e transformar do Brasil;
  • Em 1924, no 5 de julho, começa a Revolução Esquecida, em São Paulo, processo que desemboca na criação da Coluna Prestes;
  • Em 1988, no 6 de julho, mesmo dia do nascimento de Frida Kahlo, um dos maiores desastres socioambientais da história ocorre no mar da Escócia, com a explosão da plataforma de petróleo Piper Alpha;
  • Em 1953, no 7 de julho, Ernesto “Che” Guevara começa sua viagem de motocicleta pela América Latina;
  • Em 1942, no 8 de julho, são libertados os três presos de Bragado, na Argentina, militantes anarquistas injustamente detidos desde 1931;
  • Em 1917 – novamente! -, no 9 de julho, é abatido a tiros o jovem sapateiro espanhol José Martinez, no curso da greve geral que irrompia em São Paulo. Sua morte, dias depois, levará à massificação do movimento;
  • Em 1909, no 10 de julho, nasce Vitalino Pereira dos Santos, o Mestre Vitalino, que com suas esculturas marcou de modo indelével a cultura popular brasileira;
  • Em 1893, no 11 de julho, irrompe a primeira revolução nicaraguense, que, limitada, liberal, coloca Zelaya no poder;
  • Em 1975, no 12 de julho, também no bojo das lutas que resultaram as guerras coloniais, o povo de São Tomé e Príncipe conquista sua independência;
  • Em 1990, no 13 de julho, é promulgado o Estatuto da Criança e do Adolescente no Brasil, que em seus primados normativos ainda traz batalhas indispensáveis a serem implementadas em nossa realidade social brasileira;
  • Em 1958, no 14 de julho, mesma data da tomada da Bastilha, irrompe a revolução democrática e anti-monárquica iraquiana;
  • Em 1927, no 15 de julho, Viena é palco de um massacre operado pela polícia nacional, que assassinou 89 militantes social-democratas e, no bojo do conflito, levou à morte de 5 agentes da repressão;
  • Em 1809, no 16 de julho, forma-se no bojo da primeira revolução boliviana a Junta Tuitiva, primeiro governo independente da América Latina;
  • Em 1979, no 17 de julho, no bojo da revolução sandinista, Somoza deixa seu cargo e foge para Miami, vindo a renunciar à presidência nicaraguense no dia seguinte;
  • Em 1981, no 18 de julho, milhares de pessoas saem as ruas de Dublin em apoio à greve de fome dos militantes do IRA presos em regime especial, sendo o movimento duramente reprimido, resultando em mais de 200 feridos;
  • Em 1893, no 19 de julho, 5 anos antes de Herbert Marcuse, nasce Vladimir Maiakovsky, poeta revolucionário russo;
  • Em 1913, em 20 de julho, nasce Lucien Goldmann, professor, teórico e militante marxista;
  • Em 1948, em 21 de julho, nos marcos da perseguição anti-comunista, são presos diversos dirigentes comunistas nos Estados Unidos, por força da Lei Smith;
  • Em 1920, em 22 de julho, nascia Florestan Fernandes, um de nossos maiores teóricos e revolucionários;
  • Em 1993, na madrugada do dia 23 de julho, ocorria a chacina da Candelária, que deixou 8 jovens mortos;
  • Em 1936, no dia 24 de julho, no bojo da Revolução Espanhola, a Coluna Durutti, composta por 2500 pessoas, sai de Barcelona visando a libertação de Zaragoza;
  • Em 1851, no dia 25 de julho, é conquistada a manumissão das pessoas escravizadas no Equador;
  • Em 1953, no dia 26 de julho, uma coluna de jovens guerrilheiros assalta o quartel de Moncada, em Santiago de Cuba. Liderados por Fidel Castro, e não obstante a derrota da insurreição, do processo faz-se irromper o Movimento 26 de julho, gérmen da revolução cubana que depois de 6 anos viria a triunfar;
  • Em 1979, no dia 27 de julho, nasce Marielle Franco, nossa lutadora executada pelas milícias, cuja vida e luta recordamos todos os dias;
  • Em 1821, no dia 28 de julho, José de San Martin declara a independência do Peru;
  • Em 1848, no dia 29 de julho, irrompe no cerne da Primavera dos Povos a insurreição irlandesa de Tipperay, que como outros tantos levantes no ano acaba malfadado;
  • Em 1811, no dia 30 de julho, Miguel Hidalgo, artífice da libertação mexicana, é executado;
  • Em 1974, no dia 31 de julho, Rodolfo Ortega Peña é assassinado pela Alianza Anticomunista Argentina – ou simplesmente Triple A -, congênere argentino do Comando de Caça a Comunistas – o CCC;
    A partir de amanhã, voltaremos com postagens diárias!=D

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: