19 de março de 1849 – Inicia-se a Insurreição do Queimado

Por Gustavo Seferian

Com a promessa feita pelo frei Gregório José Maria de Bene de que caso conseguissem concluir a construção de uma igreja em honra a São José – isso antes do dia de comemoração do santo –  viriam a ser alforriados, centenas de pessoas escravizadas que viviam em São José do Queimado-ES passaram a empreender todos os seus esforços, sem descanso e de modo acelerado, para consecução da obra.

Construída a igreja, porém, o religioso não conseguiu interceder ante os proprietários escravocratas.

O não cumprimento da promessa acabou por resultar em um levante violento e grandioso que retumbou os gritos da liberdade, desejo maior destas mais de três centenas de pessoas – crianças, jovens, adultas, idosas – que se colocaram em luta, chacoalhando o poder estabelecido, profanando a data sacra e abrindo ainda mais as veredas para a abolição da escravatura.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: